Remar. Re-amar. Amar.
O que é nosso nunca se vai, por mais que queira, sempre estará presente. Se for, na hora certa voltará, e se não voltar, é porque não era nosso. Melhor assim. Doer, dói, mas somente uma vez. E nada melhor que o tempo para mostrar nos o melhor caminho. E isso não é frieza, é maturidade. Nada dura para sempre, nem as dores, nem as alegrias. Tudo na vida é um aprendizado, tudo na vida se supera.
Caio Fernando Abreu   (via imunidades)
Só uma coisa a favor de mim eu posso dizer: nunca feri de propósito. E também me dói quando percebo que feri. Mas tantos defeitos tenho. Sou inquieta, ciumenta, áspera, desesperançosa. Embora amor dentro de mim não falte.
Clarice Lispector      (via imunidades)
A moça levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.
Dom Casmurro.  (via inverbos)
Só porque as vezes eu não falo com você, não te ligo, não te mando uma mensagem, não significa que eu não sinta sua falta. Muito pelo contrario, eu sinto sim, sempre. Eu estou apenas querendo saber se você se importa comigo, ou qual seria sua reação se acaso eu sumisse.
Gramaticas.    (via imunidades)

theme: cerejadosundae. +
»